terça-feira, 3 de janeiro de 2012

Dor de Alma no Coração

Nesta estrada poeirenta que se tornou minha vida procuro pela tal felicidade, pois só conheci nesta minha longa viagem o gosto amargo do pó que entranha pelas minhas narinas, que resseca minha garganta não me deixando respirar, trazendo pra minha vida momentos de muita dor.
===  Dor de alma, dor no coração, dor de desilusão.
=====  Onde se encontra esta tal felicidade que vive fugindo de mim, se tornou uma miragem que busco, desejo sentir, mais nesta minha existência não acredito vim a senti-la, pois os longos anos já vividos sempre com o objetivo ser feliz, só vivi desencontros, só senti um vazio que começou quando menino com o primeiro gostar, dentro de duas inocências que mau sabia o que era amar mais que doeu no peito a primeira rejeição.
========  Dos amores de criança  que tantos rejeitos sofri, cresceu comigo a certeza do desprezo que a vida sempre teria por mim. = Hoje sou homem feito trago dentro do peito um coração desejoso  de viver as emoções de sentir as vibrações positivas dos gestos de carinhos de um alguém que por mim sinta amor.
===========  Mais me vejo um condenado, condenado a viver na solidão, marcado pelo destino, começou quando ainda menino e ate hoje não me deixou. = Não sei que força e esta que envolve o meu ser, só sei que tem uma energia negativa que afasta de minha vida os olhares de vocês. =  Vocês mulheres de hoje, meninas de ontem, garotas dos tempos de inocência que nunca perceberam as minhas carências de ser amado e desejado por uma de vocês.
==== Os anos se tornarão longos nesta minha solitária estrada temperada com o gosto amargo da solidão e por onde eu ande vai a minha frente o carro pesado do destino que e o meu, vai levantando poeira que me terá a visão, entrando a meus olhos adentro atingindo meu coração. =  Poeira faz perder o fôlego num suspirar mais profundo quando o sentimento de revolta me faz odiar o mundo.
=======  Não sei a que devo esta sina solidão, se tenho tanto amor trancado em meu coração, pronto, desejoso de se fazer presente mais sempre ausente  por falta de um querer que o queira receber dando amor em retribuição. =  Tenho estado sempre assim, solitário e esta solidão me conduz a pensamentos que entristecem meus momentos, como me sinto infeliz.
=========  Tenho os olhos empoeirados o coração repleto de ansiedades por esta tal felicidade que desejo tanto, tanto sentir, mais minha alma sem esperança espalha pelo corpo o pensamento negativo que não me deixa feliz, mais o espírito ainda acredita no farto sorriso desta tal felicidade que sempre fugiu de mim.

=====   O que e uma vida sem a presença do amor.
=====   Um pesado fardo de sonhos e desejos e anseios que nos enchem o coração de dor, dor por falta de uma cumplicidade carinhosa, um afago, palavras ditas na emoção que envolve este sentimento nobre que nos conduz a sentir esta chamada felicidade que tenho buscado sentir. =  O que tenho feito nestes meus momentos alem de sonhar  com este sub-rime momento e tentar fechar os olhos da alma ao passado, confiar que no futuro ainda serei feliz. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário